segunda-feira, 6 de junho de 2016

Descendo para à vitória!




Muitos têm me perguntado porque eu escrevi o livro Degraus, já que o livro fala sobre experiências reais da minha vida. Falar sobre experiências reais nos dá um poder de escrita insuperável, pois você fala daquilo que conhece e de certo modo domina perfeitamente. O melhor, é poder olhar para os fatos que você viveu e poder tirar, ensinamentos que antes você nem imaginava. O fato de podermos aprender com os erros do passado e tentar fazer do futuro um caminho melhor, te eleva e te fortalece. Passamos a ver o quanto Deus é presente em todos os momentos e sentimos o quanto Ele é real, Degraus me trouxe um novo horizonte. Uma nova visão, um novo tempo, uma nova história.
Há momentos que precisamos excluir de dentro de nós, tudo o que nos faz mal e que de alguma forma mexe com a alma. Muitas vezes guardamos sentimentos ruins que nos prejudicam e nos mantêm escondidos em um mundo tão cheio de competições.
A vida é cheia de altos e baixos, medos e coragens. Superações e perdas. Dores e sorrisos, alegrias e tristeza. Buscas e encontros. Temos tantas coisas dentro de nós, sentimentos bons e ruins. Força e fraqueza. Sentimentos confusos e conflitantes... Precisamos aprender a lidar com tudo isso diariamente. Coisa que é bastante complicada, já que somos tão complexos.
O sequestro e desaparecimento de um irmão, a dor de sofrer preconceito, quando a sua capacidade é colocada à prova por causa da cor da sua pele, o medo, a religiosidade, a depressão que me incapacitou por um longo tempo. Tudo colocado de uma maneira sincera e verdadeira.
Na realidade tive um sonho, onde me via descendo as escadas que relato no livro e cada degrau era uma experiência do passado, um fato vivido. Foi um sonho tão real que pedi a Deus para me ajudar a colocar no papel e foi assim que Degraus nasceu. Em poucos meses, meu primeiro livro foi escrito, revisado por uma professora de literatura ( uma pessoa extraordinária ao qual sou grata pelo carinho e amizade) foi lançado com a cara e a coragem no dia vinte e sete de dezembro de 2013, uma péssima data para o lançamento. Foi uma aventura maravilhosa, produção independente e corajosa. Não possuía dinheiro para editar o livro e como acreditei que Deus estava nesse projeto; segui em frente.
O livro não está sendo vendido em livrarias, mas vendi tantos exemplares que custeou o meu segundo livro Intimidade. Foi mágico e vi verdadeiramente o quando podemos fazer se colocarmos em Deus as nossas expectativas. Muitos não gostam de saber que para vencer precisam descer... O que não sabem que descer não é nada além, do que reconhecer os seus erros e defeitos. É se humilhar diante do Criador e dizer que não podemos chegar à lugar nenhum sem a ajuda necessária para isso. Descer é um breve momento de reflexão, onde reconhecemos o que somos e para quê fomos criados. Nada além disso...
Sabe o melhor de tudo?
 A escrita limpou a minha alma de qualquer sentimento negativo escondido. Sim, a escrita possui o poder de fazer você uma nova pessoa. Quando colocamos no papel o que nos fez bem ou faz mal, estamos dizendo os sentimentos que eles não possuem o poder de permanecer dentro de nós, pois somos os dominantes e temos o  poder sobre eles e não o contrário. Somos nós os responsáveis por nossa felicidade ou por nossa infelicidade. Podemos sim, chorar ou sorrir, porém podemos escolher permanecer chorando ou sorrindo. Quem deve dirigir as nossas vidas é Deus e não as circunstâncias.
Quando alguém me perguntar outra vez, porque eu escrevi Degraus, a minha resposta é essa: porque eu escolhi viver, amar e sorrir. Eu escolhi ser feliz!
Simples assim!
Ah, um conselho para vocês, escrevam, escrevam, escrevam.
Mesmo se você não quiser lançar um livro, ou se expôr, escrevam em um caderno, em um diário ou em uma folha de papel qualquer. Escreva todos os seus sentimentos, tudo o que você pensar. Escreva sobre seus medos, seus sonhos, seus desejos. Mesmo que você nunca mostre a ninguém... Escreva, você verá o quanto você é maior que esses sentimentos que teimam em manchar a sua alma e te distanciar de Deus. Você é muito maior que as circunstâncias da vida.
Que Deus te abençoe!
Ops!
Se você não leu Degraus, você está perdendo uma chance de conhecer melhor o que Deus pode fazer na vida daqueles que Nele crer!
Paz!
Peça já o seu!


Nenhum comentário: