quarta-feira, 27 de março de 2013

UM PASSO DE CADA VEZ




A vida exige de nós em determinadas ocasiões  decisões de caráter estrutural, com base em cenários que se apresentam. Ações que causam mudanças de rumo na busca de uma finalidade que se esperava, porém, nem sempre na condição que desejamos. Algumas são simples e prazerosas, outras complexas e dolorosas. Nesses momentos nossa alma se enche de perguntas, de querer conhecer todas as respostas para todas as perguntas. Quando vivemos essas situações, a natureza humana tenta a todo custo nos limitar nesta condição, trazendo a nossa memória emoções, preocupações e razões para agirmos com a certeza absoluta do que virá pela frente. Entretanto, o que deve nortear nossas decisões, seja elas quais forem, não são nossas razões e tão pouco a conjuntura que se apresenta. Devemos confiar plenamente no que Deus nos orienta.

Para isso, faz-se necessário um mergulho profundo nas coisas espirituais, onde não precisamos fazer todas as perguntas e menos ainda saber todas as respostas. O que é requerido, é saber e confiar que estamos envolvidos pelo amor de Deus, e assim prosseguir confiante e centrado naquilo que Ele nos direciona.
Quando se vive impulsionado pelas coisas espirituais temos que fazer escolhas e tomar decisões corajosas, virtudes que abrem horizontes e proporcionam novidades, ainda que possam surgir obstáculos, que muitas vezes são necessários para o fortalecimento da nossa fé, da nossa convicção, no sentido de ir muito mais além do que imaginamos. Em comunhão com o Espírito Santo as coisas fluem espontaneamente, se encaixam cada coisa no seu devido lugar no tempo determinado. E enquanto seguimos em frente sentimos o amor de Deus nos envolver, nos orientar, mostrar o caminho a seguir. Então, algumas perguntas começam a serem respondidas, não da maneira como desejamos, com todas as explicações, mas simplesmente uma diretriz que diz: agora neste momento faça assim. Uma resposta simples e objetiva, mas suficiente para aquela etapa  É preciso entender que as coisas são como elas são,  mesmo não parecendo boas aos nossos olhos, elas precisam ser assim como elas são para cumprir os planos de Deus em nossa vida.

O mais importante é saber esperar a orientação divina para agir. Firmar nossa esperança e nossa fé que Deus é quem sabe o momento certo para nos orientar em cada etapa de nossa vida, pois sabemos que Ele nos ama intensamente e fará o impossível para nos proporcionar uma vida em harmonia com o mundo espiritual e feliz.


É PRECISO DAR UM PASSO DE CADA VEZ,ATÉ ATINGIR O NÍVEL NECESSÁRIO PARA A MATURIDADE!
Foto: UM PASSO DE CADA VEZ…

A vida exige de nós em determinadas ocasiões tomada decisões de caráter estrutural, com base em cenários que se apresentam. Ações que causam mudanças de rumo na busca de uma finalidade que se esperava, porém, nem sempre na condição que desejamos. Algumas são simples e prazerosas, outras complexas e dolorosas. Nesses momentos nossa alma se enche de perguntas, de querer conhecer todas as respostas para todas as perguntas. Quando vivemos essas situações, a natureza humana tenta a todo custo nos limitar nesta condição, trazendo a nossa memória emoções, preocupações e razões para agirmos com a certeza absoluta do que virá pela frente. Entretanto, o que deve nortear nossas decisões, seja elas quais forem, não são nossas razões e tão pouco a conjuntura que se apresenta. Devemos confiar plenamente no que Deus nos orienta.

Para isso, faz-se necessário um mergulho profundo nas coisas espirituais, onde não precisamos fazer todas as perguntas e menos ainda saber todas as respostas. O que é requerido, é saber e confiar que estamos envolvidos pelo amor de Deus, e assim prosseguir confiante e centrado naquilo que Ele nos direciona.
Quando se vive impulsionado pelas coisas espirituais temos que fazer escolhas e tomar decisões corajosas, virtudes que abrem horizontes e proporcionam novidades, ainda que possam surgir obstáculos, que muitas vezes são necessários para o fortalecimento da nossa fé, da nossa convicção, no sentido de ir muito mais além do que imaginamos. Em comunhão com o Espírito Santo as coisas fluem espontaneamente, se encaixam cada coisa no seu devido lugar no tempo determinado. E enquanto seguimos em frente sentimos o amor de Deus nos envolver, nos orientar, mostrar o caminho a seguir. Então, algumas perguntas começam a serem respondidas, não da maneira como desejamos, com todas as explicações, mas simplesmente uma diretriz que diz: agora neste momento faça assim. Uma resposta simples e objetiva, mas suficiente para aquela etapa que nos encontramos. Muitos desistem de suas caminhadas ao tomar ciência das etapas vindouras sem o devido preparo. É preciso entender que as coisas são como elas são, e nem sempre podemos e nem devemos tentar mudá-las, e sim nos adequarmos a determinadas circunstâncias que, mesmo não parecendo boas aos nossos olhos, elas precisam ser assim como elas são para cumprir os planos de Deus em nossa vida.

O mais importante é saber esperar a orientação divina para agir. Firmar nossa esperança e nossa fé que Deus é quem sabe o momento certo para nos orientar em cada etapa de nossa vida, pois sabemos que Ele nos ama intensamente e fará o impossível para nos proporcionar uma vida em harmonia com o mundo espiritual e feliz.
  •  

  • "SE NÃO DIRIGES NOSSOS PASSOS,QUEM

    DIRIGIRÁ? SE NÃO NOS ABENÇOAR QUEM NOS

    ABENÇOARÁ?

    SE NÃO GUARDAR AS NOSSAS VIDAS ,QUEM

     GUARDARÁ?

    SE NÃO TOMAR AS NOSSAS VIDAS EM SUAS MÃOS

     ,QUEM PODERÁ FAZE-LO?

    PAI,PRECISAMOS DO SEU AGIR EM NOSSAS

     VIDAS,PRECISAMOS APRENDER A DAR UM PASSO DE

     CADA VEZ,CONFIANDO QUE TU NOS DIRIGE E

    NOS  GUARDAS...PRECISAMOS DE TI!"
  •  



























  • Nenhum comentário: